Cultura em Macaé

Day After

O Papo Furado não descansa. Após uma quarta-feira de muita adrenalina com mais uma rodada do Papo Fest, o ‘day after’ não foi muito diferente. Afinal de contas, dois grandes artistas subiram ao palco da casa: Léo Victor e Anderson Landi, o Pingo.

“Tenho acompanhado o sucesso do Papo Fest. É um evento muito legal. Macaé tem muita gente boa cantando por aí. O festival dará oportunidade para eles aflorarem. Em cada edição aparecerão mais talentos”, declarou Léo Victor, após interpretar uma seleção divina de músicas que migraram do sertanejo universitário ao italiano de Laura Pausini.

“O Léo Victor é um artista diferenciado. Ele tem muita técnica. Se cuida, Laura Pausini! Seu italiano foi perfeito. Entende muito de música”, disse Guilherme Kroll, editor-chefe do Portal Cultura em Macaé e apresentador oficial do Papo Fest.

O segundo artista a se apresentar nessa quinta-feira foi Anderson Landi, o Pingo. “O Pingo me emocionou. Ele é bom demais. Tem um enorme conceito no mundo musical macaense”, prosseguiu Kroll.

Pingo foi um dos jurados do segundo round do segundo grupo do Papo Fest. “Fiquei muito triste com a menina que foi eliminada (Camila Caroline, que encantou com Brasil, do Cazuza). Ela é nova e tem muito talento. Só que ainda está crua. Diferente do Henry, por exemplo, que já é cascudo (Henry conquistou o segundo lugar trazendo Black or White, de Michael Jackson).

O evento é espetacular. Estou muito orgulhoso por ter participado. Faltava um evento desses em Macaé. É uma grande oportunidade desses candidatos demostrarem do que são capazes. A Márcia, por exemplo, que canta no terceiro grupo, vem de uma família de grandes artistas. Ela é irmã do humorista Marcelo Marrom e seus pais também são artistas. Acho que ela deveria sempre cantar Sandra de Sá. Seu talento é semelhante”.

Questionado se não tocar nenhum instrumento é uma barreira para a carreira desses concorrentes, Pingo assentiu, “é uma barreira. O cantor fica refém dos músicos. Eu era tecladista do Emílio Santiago, em Nova Iguaçu, na Churrascaria Minuano, na rua da Lama. Um dia, o desafio surgiu. Tive que cantar e mudei o rumo da minha carreira. Tocar violão ajuda o cantor a crescer.

A Kemilly (Cardoso. Eu adoro amar você!), por exemplo, começou a cantar menininha na minha casa. Adorava cantar Ivete (Sangalo). Ensaiou muito e hoje é muito fera. O segredo para quem quer se tornar um grande cantor é ouvir de tudo. Cantar de tudo. Principalmente as músicas antigas.

A noite de ontem (Papo Fest) foi inesquecível. Pude dividir a mesa dos jurados com o Lee (Anderson Chantelier). Ele tem muita voz. Se tentar cantar como ele, fico 5 dias afônico”, finalizou Pingo.

Anderson Landi também desfilou uma seleção de músicas emocionantes, revivendo, por exemplo, ‘Que Sorte a Nossa’, de Matheus e Kauan, que foi divinamente interpretada pela diva Thuani Dias no primeiro round do Papo Fest.

O Papo Furado, na entrada principal do Shopping Plaza Macaé, está cada vez melhor. Além do Papo Fest (quartas), dos ensaios imperdíveis (segundas), das noites de sexta que são o local ideal para celebrar aniversários dançantes, agora temos as quintas-feiras do Day After. Amo muito tudo isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful