Cultura em Macaé

Simone sem Simaria ficou para depois

Milena Kroll

Simone sem Simaria teve que esperar. Sábado foi dia da deliciosa Sync receber Gabriel Silva, uma das vozes mais marcantes da história do The Voice Brasil. Ele brilhou na terceira temporada do programa, compondo o Time Lulu Santos.

“Só saí da Sync quando o show terminou. Curti muito o Gabriel tomando minha Stellinha e saboreando meu brie com mel. Só cheguei no Centro de Convenções no meio do show de Simone sem Simaria. Por falar nisso, não sei se a regra é clara. Muita gente se surpreendeu com a ausência da cantora que está com tuberculose. Teve gente chegando às 4 horas, só para curtir o Denis. Aliás, essa história dos shows em Macaé terem início na madrugada não me convence. Tem artista que faz show em outra cidade e só depois disso é que vem para cá. Eu não curto. Nem sei porque fui. Quero ver a dupla completa. E quero que os shows tenham horário para começar”, falou Guilherme Kroll, editor-chefe do Portal Cultura em Macaé. “O grande show do sábado foi do Gabriel Silva”.

Seu jeito irreverente, sua energia contagiante e potência de voz extraordinária encantaram o público.

Seu repertório variado, englobando Muddy Waters, U2, Pink Floyd, Barão Vermelho, além de composições próprias, proporcionaram momentos de enorme prazer.

“Atualmente, Gabriel se dedica às suas composições e gravações, junto a uma produção com grandes nomes. Em breve, irá apresentar o seu projeto autoral”, disse a produtora e empresária Luciana Gomes, da Luk Produções, que assina a produção de Gabriel Silva.

A promoter Neila Arcanjo deu uma deliciosa canja (seria Neila Arcanja?) no super show do Gabriel Silva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful