Cultura em Macaé

Data Venia, Fafá

Milena Kroll e Driele Rosa

Que noite, senhores!

Eu bem que avisei. Após a apresentação do grupo anterior, quando tivemos um encontro de furacões, ontem aconteceram tufões, tsunamis e ciclones.

A verdade é que a primeira etapa de dupla eliminatória… que foi disputada por 8 concorrentes que já haviam arrepiado na segunda-feira, que é o dia do ensaio geral, foi mais uma noite memorável na história das quartas-feiras do Papo Furado. Aliás, fica o convite. Temos verdadeiras lições de música nas segundas. É inebriante ficar vendo craques se afinando com uma banda do quilate do Black Doze.

Ontem, infelizmente a Thuani Dias (ou seria Tsunami Dias?) trouxe ‘Sarará Crioulo’, ou melhor, ‘Olhos Coloridos’, da Sandra de Sá, que é uma canção que deveria ser ensinada nas escolas como hino anti-racista, mas ficou emocionada e esqueceu parte da letra da música. Isso foi fatal. O regulamento não perdoa e ela foi a primeira eliminada. Azar da estética do Papo Fest.

A encantadora Val andou tendo problemas com a respiração. O emocional é terrível. Nossa dançarina favorita também acabou abandonando o concurso. “Val, por compaixão, não deixe nem o samba, nem o tango, morrerem!”, exclamou Guilherme Kroll, editor-chefe do Portal Cultura em Macaé e apresentador do Papo Fest, se referindo à cantora que trouxe ‘Não Deixe o Samba Morrer’, da Alcione.

Na parte de cima, tivemos grandes campeões.

A professora Cida Garcia anda sendo considerada poule de 10 nas bolsas de apostas. Ontem, ela superou Fafá de Belém nos melhores dias e quebrou tudo com ‘Abandonada por Você’. O Hiata, líder da Black Doze, jamais será o mesmo. “Data Venia, Fafá de Belém, não sentimos sua falta. A Cida superou qualquer expectativa sobre a interpretação de uma música que não é para todos”, prosseguiu Kroll. “Ela foi hors concours na noite de ontem”.

Vinner Stutz foi outro grande campeão trazendo ‘Get Lucky’, da Daft Punk. “Apesar de ter sido julgado em segundo lugar, o Vinner comprovou que é internacional. Ele nem precisou de sorte. Como disse a Andréa (Martins, o Furacão Descalço, capa da Divercidades), pareceu que ele incorporou várias entidades no palco. Ele deu uma exibição de gala. E de galã”, tentou explicar Kroll.

O terceiro lugar ficou com outro super campeão. Rodrigo Victor explodiu com ‘Nuvem de Lágrimas’, do Michel Teló. Michel Teló? Essa não! “Nuvem de Lágrimas é uma das músicas que mais mexem com minha memória afetiva. Foi a única que já cantei num karaokê. E olha que foi no interior de São Paulo com uma multidão aplaudindo. Ela é do Chitãozinho e Xororó, ou melhor, ela é do Xororó e Fafá de Belém. Se eu não esclarecer isso, a Fafá vai achar que a estou perseguindo”, brincou Kroll. “O Hiata queria que eu me apresentasse mas me senti representado pelo Rodrigo. Ele é craque”.

O show man Luciano Eddy estava muito comportado e pagou um precinho por isso. “Foi justo seu quarto lugar. Ele passou do ponto no primeiro round e levou um pequeno puxão de orelhas dos jurados. Ontem, trouxe uma música fácil (para ele!), não explorou seu vozeirão, não dançou, e vai levar uma bronca desse apresentador. Queremos mais! Você vai longe. Literalmente”, prosseguiu Kroll.

Alexandre Santos interpretando Belo ficou em quinto. “Uma apresentação deliciosa, mas dessa vez quem vai dar puxão de orelha serei eu. Percebi que a rejeição ao Belo, por parte dos jurados, supera a de alguns candidatos políticos. Nada a ver. Suas músicas são deliciosas e o Alexandre, com seu cabelo bem alinhado, soube tirar o que ele tem de melhor. Pena que não trouxe nem Viviane Araujo, nem a Gracyanne Barbosa, para o Papo Fest. Acho que por isso não ficou em primeiro lugar”.

O xodó Messias José hablou castelhano, partiu os corações das milhares de irmãs presentes ao Papo Fest (todos adotam o Messias quando ele se apresenta), cantou ‘Corazon Partio’, do Alejandro Sanz, homenageou a Val (que acabava de retornar de Buenos Aires), fêz juz a muitos alfajores de dulce de leche, e permanece vivo no Papo Fest.

“No final desse round (ainda faltam 3 grupos), ficaremos com apenas 24 candidatos. Os melhores de cada grupo serão considerados como cabeças-de-chave. Os demais serão sorteados novamente e realocados em 2 grupos de 12. A partir daí, só duplas eliminatórias até aferirmos 8 candidatos. A grande final será no dia 19 de dezembro (quarta-feira). Reservem suas mesas no Papo Furado. O espaço vai ficar pequeno. O Papo Fest é o grande evento do ano em Macaé. Na Grande Final, cada craque interpretará duas músicas. É bom vir com o coração preparado para tanta emoção”, finalizou Kroll.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful