Cultura em Macaé

Olha o Que o Henry Me Faz

Milena Kroll

Ninguém ganhou na loteria. A penúltima noite da Fase de Classificação do Papo Fest provou que ninguém é eliminado antes da hora. A música escolhida é fundamental. A apresentação também. Todos sabem que o esquecimento da letra da música é fatal. Vou dizer mais. Não ensaiar e afinar o arranjo com a super Banda Black Doze, nas segundas-feiras, também.

Ontem, uma eliminação surpreendente. A talentosa Aline Braga, que conquistou pódio no primeiro round, teve problemas, não ensaiou, e foi ceifada mesmo tendo uma boa apresentação.

Rose Paixão e Valdirene Tito acertaram na escolha da música. Elas, que tinham ficado na rabeira no round anterior, encantaram com músicas repletas de emoção e mensagens politicamente corretas. “Penso que ‘Era Uma Vez’, versão Kell Smith, foi a melhor escolha da noite. Quem não concorda que um joelho ralado é melhor do que um coração partido? E que a maldade não pode se tornar algo normal? A Rose colheu os frutos disso. Sua voz encaixou em tanta emoção”, falou Guilherme Kroll, editor-chefe do Portal Cultura em Macaé e apresentador oficial do Papo Fest. “A Valdirene veio em seguida. ‘É Preciso Saber Viver’, versão Titãs, foi quase uma sequência. Afinal de contas, quem espera que a vida seja feita de ilusão, pode até ficar maluco, ou morrer na solidão. Elas se superaram e construíram seus melhores momentos”.

“Outro que aproveitou a onda foi o Osvaldo Pereira. Terceira apresentação da noite, ele trouxe “Aguenta Coração”, versão José Augusto. Ficou uma impressão de sequência lógica de músicas. Coração… não faz assim! Não é justo entrar na minha vida, não é certo não deixar saída, não é não. Você se apaixona e a dor é no meu peito. O emblemático “Que Homem, Senhores!”, lançado pelo jurado Byra Bello num round anterior, virou bordão. O certo é que essa sequência de apresentações levantou o público que compareceu mesmo numa noite de muita tempestade. e garantiu a presença do trio na Fase Semifinal do Papo Fest 2018″.

A quarta apresentação foi do Joed Motta. Péra aí. O nome certo é Joel Ramos, cantando Ed Motta. “O suingue do Joel encantou. Aliás, ele está demonstrando que é Total Flex. Já trouxe rock pesado, samba, música autoral e, agora, Ed Motta. Ele mereceu um inédito lugar no pódio”, falou a coordenadora dos jurados, Sandra Cesário. Joed Motta terminou na terceira colocação.

Leonardo dos Santos arriscou. Ele escolheu ‘Burguesinha’, do Seu Jorge, e optou por se apresentar tocando instrumento. “Foi uma faca de dois gumes. O violão atrapalhou um pouco a interpretação. Além disso, Burguesinha é uma música que não permite ao cantor demonstrar todo seu talento”, avaliaram os jurados. Leonardo terminou eliminado nos critérios de desempate, que consideram a escolha das músicas mais difíceis.

Agora, o super duelo:

A bi-campeã, Débora Fonseca, voltou a enfrentar o performático Henry Wallace. Mais um empate. Os critérios de desempate beneficiaram o Henry, que dessa vez cantou em português, e trouxe ‘Sem Radar’, do LS Jack. Ele também optou por tocar instrumento durante a apresentação. “Foi uma aula de como o instrumento pode não atrapalhar a performance. Pelo contrário. O Henry é um grande artista”, explicou Sandra Cesário.

Débora Fonseca trouxe ‘Olha o que o Amor me Faz’, de Sandy e Junior, e dividiu os jurados. Enquanto alguns deram notas máximas, outros acharam que ela poderia render mais. Coisa de craque. “Concordo que a Débora poderia ter emocionado mais. O Papo Furado e a Cidade Universitária ficaram arrepiados. Mas no IML, tiveram alguns defuntos que não se mexeram, como era de costume. Ela já é cabeça de chave na próxima fase. Confesso que já havia previsto a vitória do Henry. Todos queriam vê-lo cantando em português. Ainda penso que pode selecionar uma daquelas músicas que levantam defunto. Sua atuação segue divertindo a todos. Mas quero finalizar sua apresentação dizendo: Olha o que o Henry me Faz”, finalizou Kroll.

Semana que vem será a última da Fase de Classificação. 24 candidatos sobreviverão. Na próxima quinta-feira, haverá um sorteio aonde os sobreviventes serão realocados em 2 grupos de 12. Os melhores colocados na primeira fase serão cabeças-de-chaves. A partir daí, sempre teremos duplas eliminações, até sobrarem 8 craques para a Grande Final, 19 de dezembro. O Papo Fest é o grande evento do ano em Macaé.

Nanny Sanfer em duo com Denis Siqueira. Sua bolsa atraiu muitos fãs

Henry Wallace

Léo Victor e Chico Cearense. Espetáculo a parte

Daniel e Hiata

Débora Fonseca

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

shop giay nuthoi trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautiful